27/07/2016

Assentamento de pisos: os detalhes que fazem a diferença

Um porcelanato desalinhado ou com a sensação de estar prestes a descolar é o resultado de um piso mal assentado. Para evitar essas situações indesejadas, arquitetos, engenheiros civis, técnicos em edificações ou azulejistas devem ter conhecimento sobre alguns pré-requisitos e dicas na execução do trabalho. Confira:

1) Condições para o início do serviço

- Paginações e detalhes: é importante conhecer os detalhes pretendidos e acompanhar se as marcações do azulejista batem com o projeto de paginação. Uma vez iniciada a aplicação, o reinício do processo é complicado e custoso.

- Limpeza da base: poeira, tintas, óleos, restos de massa, ou qualquer outra sujeira atrapalham a boa aderência da massa de assentamento. Utilize uma vassoura no local de aplicação. Confira os seguintes serviços previamente executados:

Hidráulica: checar se os pontos de água e esgoto estão nas posições exatas e testar a rede para ver se não há vazamentos. Elétrica: verificar se as caixinhas de elétrica já estão em suas posições corretas.
Impermeabilização: testar impermeabilização, checar defeitos em ralos, cantos e quinas.

2) Superfície de assentamento:
De acordo com a superfície devemos tomar cuidados específicos que fazem muita diferença na qualidade final do revestimento. Lembra daqueles problemas de piso solto, oco, trincado? Muitas vezes a superfície mal preparada tem grande culpa nas patologias. Fique atento aos seguintes pontos:

- Contrapiso: Verificar os níveis – banheiros devem estar em nível inferior aos demais ambientes (exemplo: 1 cm mais baixo) - - Caimentos d’água – jogue uma vasilha de água para conferir se ela corre toda para o ralo ou se está empoçando. Se empoçar, conserte antes de executar o piso. Espere o contrapiso secar – o ideal é colocar o revestimento cerâmico 14 dias após a finalização do contrapiso para garantir que ele estará endurecido e não vai sofrer deslocamentos ou retrações.
- Verificar os detalhes para colocação de soleiras – as soleiras geralmente possuem espessura maior que o piso, por isso é necessário fazer um rebaixo onde serão colocadas.
- Reboco /Emboço: Aguardar 7 dias após a execução do reboco/emboço para o assentamento do porcelanato na parede.

Lembre-se: essas são apenas algumas dicas básicas. Para que o trabalho tenha um resultado impecável e a prova de críticas, você deve sempre estar em busca de mais conhecimento sobre o assunto.



  • COMPARTILHE